EW confirmou que Madonna e a roteirista de Juno e indicada ao Oscar entregaram uma versão final do roteiro antes que Diablo “seguisse em frente” para um novo projeto.

No início desta semana, surgiram relatos de que Diablo Cody deu adeus ao filme biográfico autodirigido de Madonna, mas a EW pode confirmar que a dupla entregou uma versão final do roteiro em que passaram meses trabalhando ao longo de 2020.

Uma fonte do estúdio da Universal, onde o filme está sendo gestado, disse à EW que os relatos sobre a “saída” do roteirista vencedora do Oscar por Juno do filme foram exagerados, e que Cody simplesmente completou seu trabalho e seguiu para seu próximo projeto.

Cody e Madonna entregaram recentemente um rascunho completo do filme ao estúdio, que está procurando desenvolver a versão atual antes da produção. Não está claro se trabalho adicional será feito na versão que as mulheres entregaram, já que produções de grande orçamento normalmente passam por reescritas, tratamentos e polimento antes do início das filmagens.

O The Sun relatou pela primeira vez a notícia da suposta saída de Cody, indicando dificuldades entre as duas que levaram à decisão de Cody de ir embora. Representantes de Cody e Madonna não responderam aos pedidos de comentários da EW.

Depois de meses provocando um projeto secreto com Cody ao longo de 2020, Madonna anunciou em setembro que elas estavam de fato trabalhando em um filme biográfico sobre sua vida que ela mesma dirigiria, e ainda revelou muitos detalhes do enredo que a dupla roteirista incluiram nas primeiras 107 páginas do, até então, rascunho inacabado.

A maior parte do filme, disse Madonna, seguiria sua “luta como artista tentando sobreviver no mundo de um homem como mulher”, que ela descreveu como “feliz, triste, louca, louca, boa, mau e feio conto da fabricação de uma superstar”. Os marcos que Madonna e Cody discutiram na época incluíram a ascensão do ícone pop na indústria do entretenimento em Nova York, escrevendo “Like a Prayer”, filmando Evita e sua conexão com Jose Gutierez Xtravaganza e Luis Xtravaganza.

Desde então, os fãs especularam sobre quem poderia interpretar Madonna no filme, com relatos não confirmados de que a indicada ao Oscar, Florence Pugh, foi considerada para o papel ao lado de Julia Garner, de Ozark. Anne Winters fez um apelo público pelo papel no ano passado, vestindo uma série de looks inspirados em Madonna em um conjunto de fotos do Instagram.

Em outro lugar, Cody está trabalhando em Atlanta para trazer a adaptação ao vivo das Meninas Super Poderosas.

Tradução MadonnaNow

A data de lançamento da cinebiografia de Madonna, ainda sem título, ainda não foi anunciada.